SECRETARIA DE ESTADO
DA JUSTIÇA E DE DEFESA
AO CONSUMIDOR

Juiz dá prazo de 6 meses para transferência de internos
12/05/2005
Juiz dá prazo de 6 meses para transferência de internos Na manhã de hoje, dia 12, o Juiz Diógenes Barreto, a convite do secretário da Justiça e Cidadania, Emanuel Cacho, e do secretário da Saúde, José Lima, visitou o prédio do Hospital de Saúde Mental doutor Garcia Moreno, em Nossa Senhora do Socorro. Após uma rápida inspeção, as autoridades chegaram à conclusão de que para abrigar os internos do Hospital de Custódia e Tratamento Judiciário - Manicômio Judiciário –, o hospital Garcia Moreno terá que passar por uma reformas. Aumentar o tamanho e a altura dos muros, individualizar os alojamentos e providenciar locais para terapias são algumas medidas imprescindíveis. O juiz Diógenes Barreto, que, na segunda-feira dia 9, havia dado um prazo de 72 horas para que os internos fossem transferidos do Manicômio, pela falta de estrutura daquele Hospital de Custódia, fixou em seis meses o tempo limite para que haja a transferência. \"Estamos exigindo à Secretaria de Justiça e à de Saúde que melhorem o atendimento médico lá no hospital psiquiátrico, porque faltam médicos e psiquiatras, tem apenas um psicólogo e terapeutas ocupacionais\", alertou. O secretário de Justiça Emanuel Cacho disse que já vinha discutindo este assunto com o secretário de Saúde, José Lima, com o aval do governador João Alves Filho, e acredita que, após as reformas, os internos serão transferidos e o problema será solucionado. \"Esperamos conseguir, em menos de três meses, verbas para investimentos neste local. Mas é bom lembra que estamos reformando também todas as nossas unidades penitenciárias. Até o final do ano, tanto o atual Manicômio, como o antigo, serão transformados em presídios femininos\", adiantou. A diretora do hospital Garcia Moreno, Adriana Viana Amaral, disse que em 180 dias, os seus internos serão transferidos para as associações dos municípios, que na realidade são residências terapêuticas, e também para os CAPS, Centro de Apoio Psicossocial, existentes em Aracaju, Socorro, Tobias Barreto, Itabaiana, Canindé, Glória e Lagarto. Há residências terapêuticas em Monte Alegre, Socorro, Itabaiana e Lagarto. O secretário de Saúde, José Lima, disse que os pacientes do Garcia Moreno serão reinsseridos nas suas famílias. \"Eles ficarão sob a supervisão de suas próprias famílias, nestes centros especiais, argumentou.